Dia de Campo mostra resultados de integração lavoura-pecuária na região Noroeste de MT

Técnicas de integração lavoura e pastagem em alternativa à pecuária extensiva. É essa experiência de sucesso de produção sustentável, que será mostrada aos produtores e demais interessados no evento "Dia de Campo", na Fazenda Vale do Arinos, no município de Juara-MT, no próximo dia 13 de agosto. 

Por lá, a família Dalpiaz tem conseguido reverter um processo histórico de degradação ambiental promovido pela pecuária extensiva, por meio de técnicas de integração lavoura-pecuária. Para se ter uma ideia, neste ano, a família já recuperou 56 hectares de áreas degradadas com o cultivo do milho e do capim Capiaçu. Essas culturas, além de gerar nutrientes para um solo, que estava praticamente morto, também servem de geração de renda extra e alimento nutritivo para o gado, principalmente no período da seca. 

Produção de milho tem gerado renda extra aos Dalpiaz. Antes, a família só
trabalhava com a pecuária. Foto: Empaer-MT

São essas e outras experiências que serão mostradas, durante o Dia de Campo, aos demais produtores, pesquisadores e técnicos extensionistas da região de Juara, ao Noroeste do Estado. Região essa tão sensível no que se refere ao tema desmatamento.   

Área de APP na Fazenda Vale do Arinos, antes do trabalho de recuperação da Empaer-MT, com apoio do REM MT

 

Área de APP dando os primeiros sinais de recuperação, depois das ações do projeto. Foto: Empaer-MT

O credenciamento para participar do evento será feito na hora. “A gente faz a divulgação nos grupos [de Whatsapp] e todos os técnicos [extensionistas da Empaer] que vão à campo, já conversam com os produtores sobre a importância do evento”, explicou José Aparecido, coordenador regional da Empaer-MT em Juína. 

O projeto

O lógica de produção na Fazenda Vale do Arinos começou a mudar a partir do projeto do Subprograma Produção, Inovação e Mercados Sustentável (PIMS), do REM Mato Grosso, em parceria com a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer-MT). 

A partir do projeto, foi elaborado um plano de ação que mapeou os principais gargalos econômicos, ambientais e sociais da fazenda. Dessa forma, a propriedade se transformou em uma das oito Unidades de Referência Técnica (URT), em produção sustentável, voltadas à pecuária de pequeno e médio porte, da região Noroeste de Mato Grosso, no bioma amazônico.

Ao todo, o REM MT investe R$ 4,2 milhões no projeto de parceria com a Empaer-MT, que busca otimizar, de modo sustentável, a capacidade produtiva da pecuária de corte na região, por meio das URTs e também através de recursos para fortalecer os serviços de ATER [Assistência Técnica e Extensão Rural] realizados pelos técnicos da Empaer em 1.423 propriedades, situadas nos municípios de Aripuanã, Castanheira, Colniza, Cotriguaçu, Juína, Juara, Juruena e Nova Bandeirantes. 

Programação 

O Dia de Campo na Fazenda Vale do Arinos contará com uma programação extensa de palestras voltadas à implantação de tecnologias, visando a integração da lavoura com a pecuária, bem como a recuperação de pastagens. 

A partir das 7h, os presentes farão o credenciamento do evento. Já a abertura do Dia de Campo está prevista para iniciar às 8h. 

Às 8h30, ocorrerá a primeira palestra denominada de "Programa REM MT: conceitos e ações no desenvolvimento agropecuária em Mato Grosso". 

Em seguida, por volta das 9h, os especialistas do Dia de Campo se debruçam sobre o tema "BRS Capiaçú: manejo e estratégias de produção para alimentação de bovinos de corte". 

E por fim, a última palestra do dia terá como título a "Regularização ambiental e estratégias de restauração florestal". O Dia de Campo se encerra com um almoço, previsto para às 11h

A realização do evento conta com a parceria da Prefeitura Municipal de Juara, Agromont, Sicredi, AgriSciences, Casa do Criador, e a empresa de máquinas agropecuárias CASE. 

Confira o link do convite para o Dia de Campo