REM MT financia reforma do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental

 

Em mais uma ação em prol do fortalecimento das instituições que atuam na prevenção ao desmatamento ilegal em Mato Grosso, o Programa REM MT destinou R$ 1,6 milhão para reforma do Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental de Várzea Grande, que desde a sua criação, em 1983, nunca havia recebido recursos para uma estruturação física da unidade.

 

O batalhão desenvolve atividades de proteção ao meio ambiente, por meio do trabalho dos policiais ambientais que realizam operações de fiscalização e patrulhamentos terrestre e fluvial, garantindo a proteção de espécies de animais e a preservação da fauna e da flora mato-grossense. 

 

Ações do Batalhão Ambiental são essenciais para o combate aos crimes ambientais - Foto: Christiano Antonucci/Secom-MT

 

O comandante do Batalhão Ambiental, Tenente-coronel Fagner Augusto do Nascimento, manifestou a importância da ação para o fortalecimento do trabalho da polícia militar no combate ao desmatamento ilegal.

“O REM teve essa sensibilidade de apoiar esse projeto e eu tenho certeza que isso vai reverberar  em ganhos institucionais e também, obviamente, em uma retribuição à sociedade com relação a um serviço de melhor qualidade”, disse o Tenente-coronel.

 

O comandante ainda destaca a importância da valorização dos policiais militares.

“Nós acreditamos que um ambiente de trabalho que oferece dignidade mínima para o policial militar, para o servidor público, motiva a produção com mais efetividade e neste aspecto, a colaboração do REM MT em concretizar essa obra, vem com essa expectativa de trazer esse ganho institucional por meio de um ambiente mais digno para o policial militar”, finaliza.

 

Comandante do Batalhão Ambiental, Tenente-coronel Fagner Augusto do Nascimento.

 

A Primeira-tenente do BPMPA, Gislaine Pazeto, também expressou sua satisfação com a reforma do batalhão, destacando que há muito tempo a instituição aguardava por essa obra.

“Hoje estamos muito contentes em ver que a obra está avançando e esperamos ansiosamente pelo dia em que poderemos retornar com todo o nosso efetivo aqui pra dentro dessa unidade militar. É importante proporcionar um melhor local de trabalho, e estou confiante que teremos um espaço físico adequado aos nossos policiais” enfatiza a tenente.

 

Primeira-tenente do BPMPA, Gislaine Pazeto, comemorou a reforma do Batalhão

 

A OBRA

 

Com o recurso destinado pelo REM MT para a reforma no batalhão, está sendo realizada a reestruturação completa do prédio, com adequação física dos espaços internos e externos. Essa obra, está  articulada com uma das áreas de atuação do Programa REM MT, o apoio a estruturação e ao fortalecimento das instituições que, de forma integrada, aprimoraram as estratégias de prevenção e combate ao desmatamento florestal no Estado.

 

Obra no Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental de Várzea Grande está andamento e na fase final de execução



APOIO DO REM MT

 

O coordenador do Subprograma Fortalecimento Institucional e Políticas Públicas Estruturantes do REM MT, Elton Antonio da Silveira, explica a importância de apoiar a Polícia Militar de Proteção Ambiental.

“O Batalhão Ambiental faz parte da estratégia do Governo do Estado de combate ao desmatamento, aos ilícitos ambientais e nesse sentido o Programa REM MT destinou recursos da ordem de R$ 1,6 milhão para reforma do Batalhão, visando dar condições mínimas de trabalho e segurança às equipes do Batalhão Ambiental de Várzea Grande”, explica Elton.

 

Coordenador do Subprograma Fortalecimento Institucional e Políticas Públicas Estruturantes do REM MT, Elton Antonio da Silveira.

 

Placa com as informações da obra de reforma do Batalhão Ambiental em Várzea Grande

 

CONHEÇA O REM

 

Programa REM MT é uma premiação dos governos da Alemanha e do Reino Unido, por meio do Banco Alemão de Desenvolvimento (KfW), ao Estado do Mato Grosso pelos resultados na redução do desmatamento. O REM MT beneficia aqueles que contribuem com ações de conservação da floresta, como os agricultores familiares, pequenos e médios produtores da agropecuária, povos e comunidades tradicionais e os povos indígenas. O REM MT também realiza o fomento de iniciativas que estimulam a economia de baixo carbono e a redução do desmatamento, a fim de reduzir as emissões de CO2 no planeta. 

 

O Programa REM MT é coordenado pelo Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), e tem como gestor financeiro o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO). 

 

 

Por Priscila Soares (REM MT)