Logo Governo MT

A teoria da mudança

Os impactos da mudança climática têm preocupado nações por todo o planeta. O aumento das emissões de gases de efeito estufa causam desequilíbrio ao meio ambiente e prejudicam economias e sociedades em escala global. As atividades humanas em seus diversos setores como: transporte, energia, indústria, agropecuária e mudança no uso do solo tem cooperado para a aceleração desses impactos, provocando o aumento da emissão de carbono na atmosfera, gás nocivo ao meio ambiente e principal agente para os efeitos do Aquecimento Global. Condição que pode provocar eventos extremos como secas severas e chuvas intensas.

As florestas dos diferentes biomas brasileiros (Amazônia, Cerrado e Pantanal, por exemplo), ajudam a retirar o excesso de Gás Carbônico que lançamos para o céu, através da fotossíntese. As florestas, portanto, têm papel fundamental para combater e atenuar os efeitos das mudanças do clima.

A busca por melhorias no tratamento às nossas florestas teve um grande salto, em 2009, com a criação do Fórum Mato-grossense de Mudanças Climáticas.

Entre discussões com várias secretarias do governo, universidades e sociedade civil sobre as mudanças climáticas no Estado, surgiu a Lei Complementar nº 582/2017 que instituiu a Política Estadual de Mudanças Climáticas. Esta legislação é composta de 44 artigos e está organizada no formato de política pública, contendo princípios, diretrizes e objetivos sintonizados com todos os conceitos e princípios estabelecidos na Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC) e legislação federal vigente.

Avalie esse item
(0 votes)
Modificado em Quarta, 29 Julho 2020 16:06
REM MT

Selfies labore, leggings cupidatat sunt taxidermy umami fanny pack typewriter hoodie art party voluptate. Listicle meditation paleo, drinking vinegar sint direct trade.

www.themewinter.com